sábado, 24 de novembro de 2007

Um pouco tarde!

A Elizabet, generosa, procurou um link onde li uma pequena biografia da Clarice Lispector e nela que em 1960, separada de seu marido, diminuída por razões financeiras «começa a assinar a coluna Só para Mulheres, como ghost writer da atriz Ilka Soares no Diário da Noite». O marido de Ilka, o também actor Anselmo Duarte, que se vê aliás na foto, diria a propósito de si próprio: «quem criticava meus filmes, depois da Vera Cruz, eram alguns moleques do Rio de Janeiro, que invejavam os prêmios conquistados por mim internacionalmente, e como não sabiam nada de cinema voltaram para as suas antigas profissões, me deixaram em paz e, os que não morreram, estão me pedindo perdão. Um pouco tarde!»
Diz-se que por detrás de um grande homem está sempre uma grande mulher. Ignora-se que há casos em que por detrás dessa grande mulher está, escondida e anónima, uma extraordinária mulher. Isto pensado este sábado por um moleque de Lisboa que, sendo o fantasma da sua própria escrita, vai ter de voltar segunda-feira à sua antiga profissão.

2 comentários:

isabel mendes ferreira disse...

invisivel a mão.


ma nunca a escrita. re.escrita.
por ti.




beijo.

elizabet disse...

obrigada pelo carinho e pela amizade, ainda bem que gostaste do link. Bjs
EF